Terça-feira
15 de Outubro de 2019 - 
Silva & Sant Anna Soluções Profissionais para o seu Negócio
Eis que as coisas velhas já passaram, e tudo se fez novo. 2 Co 5:17

Controle de Processos

Por favor, entre com o seu usuario e senha

Newsletter

Deixe seu email para enviarmos nossos informativos.

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Fale Conosco

Rua Luiz Bianconi 92 
Jardim Carlos Cooper
CEP: 08664-250
Suzano / SP
+55 (11) 42920279

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,13 4,13
EURO 4,55 4,55
IENE 0,04 0,04

Previsão do tempo

Hoje - Guarulhos, SP

Máx
25ºC
Min
18ºC
Chuva

Hoje - Campinas, SP

Máx
30ºC
Min
17ºC
Pancadas de Chuva a

Hoje - Mogi das Cruzes...

Máx
25ºC
Min
18ºC
Chuva

Hoje - São Paulo, SP

Máx
26ºC
Min
19ºC
Chuva

Hoje - Suzano, SP

Máx
26ºC
Min
19ºC
Chuva

laudia Valeria Mello participa de encontro sobre Acessibilidade e Inclusão no STJ

Publicado em 20/09/2019Nos dias 19 e 20 de setembro foi realizado o 1º Encontro Nacional de Acessibilidade e Inclusão promovido pelo Superior Tribunal de Justiça, no salão de recepções daquela Corte. O evento teve como objetivo estimular os órgãos do Poder Judiciário a implementar as normas e diretrizes da Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, da Lei Brasileira de Inclusão das Pessoas com Deficiência (13.146/2015) e da Resolução 230/2016 do Conselho Nacional de Justiça.O encontro contou com palestras sobre experiências que geraram valor de inclusão nas dimensões arquitetônica e urbanística; comunicacional e de serviços; tecnológica; gestão de acessibilidade e atitudinal no âmbito do Poder Judiciário. O Tribunal Regional Federal da 2ª Região marcou presença no painel Acessibilidade Tecnológica, no dia 20, representado pela juíza federal Cláudia Valéria Mello, titular da 4ª Vara de São João de Meriti, e presidente da Comissão de Acessibilidade do TRF2, que falou sobre Promoção de Mudanças Arquitetônicas e de Equipamentos para Permitir a Plena Acessibilidade da Biblioteca.A magistrada destacou a importância da Lei 13.146, principalmente no que diz respeito à chamada “tecnologia assistiva”. Mas também chamou a atenção para o fato de que o próprio Judiciário ainda tem muitas dificuldades, a exemplo da sociedade em geral. “É um direito de pessoas com deficiência serem respeitadas e serem tratadas como inpíduos e sujeitos de direitos e é um dever de toda a sociedade contribuir e garantir que esses direitos sejam cumpridos” – disse Cláudia Valéria. Assuntos:palestra ^
20/09/2019 (00:00)
Visitas no site:  110451
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia