Sexta-feira
30 de Outubro de 2020 - 
Silva & Sant Anna Soluções Profissionais para o seu Negócio
Eis que as coisas velhas já passaram, e tudo se fez novo. 2 Co 5:17

Controle de Processos

Por favor, entre com o seu usuario e senha

Newsletter

Deixe seu email para enviarmos nossos informativos.

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Fale Conosco

Rua Luiz Bianconi 92 
Jardim Carlos Cooper
CEP: 08664-250
Suzano / SP
+55 (11) 42920279

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,78 5,78
EURO 6,74 6,74
IENE 0,06 0,06

Previsão do tempo

Hoje - Guarulhos, SP

Máx
20ºC
Min
16ºC
Chuva

Hoje - Campinas, SP

Máx
23ºC
Min
17ºC
Pancadas de Chuva

Hoje - Mogi das Cruzes...

Máx
19ºC
Min
17ºC
Chuva

Hoje - São Paulo, SP

Máx
20ºC
Min
15ºC
Chuva

Hoje - Suzano, SP

Máx
20ºC
Min
15ºC
Chuva

Mantida condenação de preso que aplicava golpes por telefone

Réu sentenciado por integrar facção criminosa.   A 6ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve condenação, na última quinta-feira (17), de acusado de integrar facção criminosa. A pena foi arbitrada em oito anos de reclusão, em regime inicial fechado. A ligação do réu com a organização foi descoberta em meio a investigação para apurar golpes por telefone realizados de dentro da cadeia, como o do falso sequestro. De acordo com os autos, mesmo preso, o acusado realizava ligações para persos fins, inclusive para falar com familiares e obter informações sobre o próprio processo, chegando a afirmar numa das ligações que passava o dia inteiro “roubando com o telefone”. A facção do qual o condenado fazia parte também cooptava pessoas do lado de fora do presídio para a realização de golpes, prometendo parcela do valor arrecadado. O relator do processo, desembargador Zorzi Rocha, afirmou que a defesa do réu “não produziu nenhuma prova que pudesse infirmar a veracidade do que ficou apurado por meio das interceptações telefônicas, tampouco afastar seu envolvimento com aquela organização criminosa”. “A palavra do Réu foi amplamente infirmada pela extensa e circunstanciada prova produzida pela acusação, demonstrando, de forma inequívoca, que o Réu era integrante de facção, pois seu nome e alcunhas foram mencionados persas vezes em conversas interceptadas.” O julgamento, de votação unânime, teve a participação dos desembargadores Farto Salles e Eduardo Abdalla. Apelação nº 0005431-31.2017.8.26.0483   imprensatj@tjsp.jus.br   Siga o TJSP nas redes sociais: www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial    
24/09/2020 (00:00)
Visitas no site:  248696
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia