Segunda-feira
25 de Maio de 2020 - 
Silva & Sant Anna Soluções Profissionais para o seu Negócio
Eis que as coisas velhas já passaram, e tudo se fez novo. 2 Co 5:17

Controle de Processos

Por favor, entre com o seu usuario e senha

Noticias

Newsletter

Deixe seu email para enviarmos nossos informativos.

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Fale Conosco

Rua Luiz Bianconi 92 
Jardim Carlos Cooper
CEP: 08664-250
Suzano / SP
+55 (11) 42920279

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,58 5,58
EURO 6,08 6,08
IENE 0,05 0,05

Previsão do tempo

Hoje - Guarulhos, SP

Máx
20ºC
Min
8ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Campinas, SP

Máx
21ºC
Min
8ºC
Predomínio de

Hoje - Mogi das Cruzes...

Máx
21ºC
Min
8ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - São Paulo, SP

Máx
19ºC
Min
10ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Suzano, SP

Máx
19ºC
Min
10ºC
Parcialmente Nublado

Mantida indenização a ser paga por imóvel expropriado

Valor foi fixado por perito.           A 13ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve valor de indenização a ser pago a dono de imóvel expropriado em razão de obra de interesse público. Ele deverá receber a quantia de R$ 55,4 mil pelo terreno.         Ação de desapropriação foi ajuizada por empresa petrolífera para pleitear a expropriação da área, localizada na cidade de Ribeirão Pires, a fim de implantar dutos para movimentação e transporte de gás natural, petróleo e derivados. A sentença julgou procedente o pedido, fixando, para fins de indenização, o valor apurado pelo perito nos autos. A empresa recorreu, requerendo a redução do valor.         Para o relator da apelação, desembargador Spoladore Dominguez, a sentença deve ser mantida. “No tocante ao valor da indenização, mantém-se o fixado pela r. sentença, que, acertadamente, acolheu o montante encontrado pelo perito de confiança do Juízo e equidistante das partes. No aspecto, aliás, a apelante não impugnou, sequer, a fundamentação deduzida na r. sentença, alegando, genericamente, sem apontar eventual equívoco cometido pelo MM. juiz sentenciante.”         O julgamento teve a participação dos desembargadores Flora Maria Nesi Tossi Silva e Ferraz de Arruda. A decisão foi unânime.         Apelação nº 0006719-26.2009.8.26.0505                    imprensatj@tjsp.jus.br
10/10/2019 (00:00)
Visitas no site:  192865
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia