Sábado
20 de Julho de 2019 - 
Silva & Sant Anna Soluções Profissionais para o seu Negócio
Eis que as coisas velhas já passaram, e tudo se fez novo. 2 Co 5:17

Controle de Processos

Por favor, entre com o seu usuario e senha

Newsletter

Deixe seu email para enviarmos nossos informativos.

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Fale Conosco

Rua Luiz Bianconi 92 
Jardim Carlos Cooper
CEP: 08664-250
Suzano / SP
+55 (11) 42920279

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,74 3,74
EURO 4,20 4,20
IENE 0,03 0,03

Previsão do tempo

Hoje - Guarulhos, SP

Máx
22ºC
Min
9ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Campinas, SP

Máx
22ºC
Min
10ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Mogi das Cruzes...

Máx
22ºC
Min
9ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - São Paulo, SP

Máx
22ºC
Min
12ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Suzano, SP

Máx
22ºC
Min
12ºC
Parcialmente Nublado

TJSP na Mídia: corregedor-geral do TJSP fala sobre fiscalização ao Estado de S. Paulo

Desembargador abordou correições extrajudiciais.     O jornal “O Estado de S. Paulo” publicou, no domingo (14), entrevista com o corregedor-geral da Justiça do Estado de São Paulo, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco. Sob o título “Fiscalização é constantemente aprimorada pelo Tribunal de Justiça, diz corregedor-geral”, a matéria abordou em especial a fiscalização dos cartórios extrajudiciais. O texto ressalta que processos administrativos da Corregedoria identificaram rombo de R$ 57,3 milhões em repasses ao Estado e em pagamentos de imposto de renda.     O magistrado respondeu a persas questões, como monitoramento de repasses, medidas tomadas pela Corregedoria diante de casos de desvio e equipes de fiscalização. “Determinei, quando assumi a Corregedoria Geral da Justiça, que em todas as correições anuais, que são os nomes das fiscalizações, os responsáveis pelos cartórios forneçam declarações, sob pena de responsabilidade cível e penal, de que não existem débitos com repasse de emolumentos, obrigações trabalhistas, Imposto de Renda e ISS, ou relacionem os débitos existentes. Esse é mais um instrumento para verificar quais são as eventuais dívidas com emolumentos e a sua causa, para adoção de todas as medidas cabíveis”, exemplificou Geraldo Francisco Pinheiro Franco.     Confira a matéria na íntegra.          imprensatj@tjsp.jus.br
15/04/2019 (00:00)
Visitas no site:  72467
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia