Domingo
29 de Novembro de 2020 - 
Silva & Sant Anna Soluções Profissionais para o seu Negócio
Eis que as coisas velhas já passaram, e tudo se fez novo. 2 Co 5:17

Controle de Processos

Por favor, entre com o seu usuario e senha

Noticias

Newsletter

Deixe seu email para enviarmos nossos informativos.

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Fale Conosco

Rua Luiz Bianconi 92 
Jardim Carlos Cooper
CEP: 08664-250
Suzano / SP
+55 (11) 42920279

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,35 5,35
EURO 6,39 6,39
IENE 0,05 0,05

Previsão do tempo

Hoje - Guarulhos, SP

Máx
29ºC
Min
19ºC
Pancadas de Chuva a

Hoje - Campinas, SP

Máx
31ºC
Min
19ºC
Pancadas de Chuva a

Hoje - Mogi das Cruzes...

Máx
30ºC
Min
18ºC
Pancadas de Chuva a

Hoje - São Paulo, SP

Máx
30ºC
Min
20ºC
Pancadas de Chuva a

Hoje - Suzano, SP

Máx
30ºC
Min
20ºC
Pancadas de Chuva a

TJSP na Mídia: Vice-presidente Luis Soares de Mello concede entrevista ao Conjur

Ex-presidente Nalini escreve artigo no Estadão.   O portal Conjur publicou, ontem (25), entrevista com o vice-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Luis Soares de Mello. O magistrado, que há 17 anos atua na área de tecnologia do Tribunal e em meados de março trabalhou na viabilização do trabalho 100% remoto, falou do “aprendizado imenso”, contou sobre os desafios iniciais e afirmou que as sessões telepresenciais vieram para ficar. Já o portal do jornal “O Estado de S. Paulo” veiculou, hoje (26), no blog do jornalista Fausto Macedo, artigo do desembargador José Renato Nalini. Intitulado “Seria terrível o retrocesso”, o texto aborda a produtividade registrada pelo Judiciário durante a pandemia. “Nem nos melhores sonhos imaginamos que pudesse ter tanta eficiência”, relatou o vice-presidente. “Achei que íamos demorar dois, três meses para adaptar 20%, 30% de trabalho remoto até chegar perto de 80%. Mas conseguimos chegar a 100% em uma semana”, disse, afirmando que haverá essa mescla de sistemas físicos e virtuais. “Já começamos a pensar como vamos normatizar o funcionamento do tribunal após a pandemia, principalmente porque a experiência do telepresencial foi muito positiva”, pontuou. Ao analisar o período de crise, o magistrado ressaltou que “é uma alegria poder dizer que o tribunal cumpriu e continua a cumprir com sua missão, com todo desembaraço possível — sem deixar de dar crédito a todos os funcionários, especialmente os de informática, que prestam um serviço excelente, e todos os outros por consequência. A tecnologia da informação nos salvou desse tsunami que tivemos que enfrentar". Leia mais.   Produtividade – O presidente do TJSP no biênio 2014/2015, desembargador José Renato Nalini citou, em seu artigo, a alta produção da Corte neste momento de home office e as vantagens provenientes do sistema, como a economia de tempo e recursos. “Tudo mudou no planeta. Somos tangidos pela ciência e por tecnologias que nos permitem fazer mais com menos. Menos tempo, menos dinheiro, menos esforço. Mais resultado, mais consistência nas decisões, mais singeleza sem perder a segurança”, opinou. Confira na íntegra.   imprensatj@tjsp.jus.br   Siga o TJSP nas redes sociais:  www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial  
26/10/2020 (00:00)
Visitas no site:  259469
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia