Segunda-feira
18 de Março de 2019 - 
Silva & Sant Anna Soluções Profissionais para o seu Negócio
Eis que as coisas velhas já passaram, e tudo se fez novo. 2 Co 5:17

Controle de Processos

Por favor, entre com o seu usuario e senha

Noticias

Newsletter

Deixe seu email para enviarmos nossos informativos.

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Fale Conosco

Rua Luiz Bianconi 92 
Jardim Carlos Cooper
CEP: 08664-250
Suzano / SP
+55 (11) 42920279

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,83 3,83
EURO 4,34 4,34
IENE 0,03 0,03

Previsão do tempo

Hoje - Guarulhos, SP

Máx
30ºC
Min
20ºC
Pancadas de Chuva a

Hoje - Campinas, SP

Máx
29ºC
Min
19ºC
Pancadas de Chuva a

Hoje - Mogi das Cruzes...

Máx
30ºC
Min
20ºC
Pancadas de Chuva a

Hoje - São Paulo, SP

Máx
30ºC
Min
20ºC
Pancadas de Chuva a

Hoje - Suzano, SP

Máx
30ºC
Min
20ºC
Pancadas de Chuva a

TJSP participa de evento do FoccoSP

Combate à corrupção foi tema central.       O Fórum de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (FoccoSP), composto por 34 instituições e que tem o Tribunal de Justiça de São Paulo como responsável pela Secretaria Executiva, promoveu ontem (12) o evento “Compliance no Brasil”. Representando a Corte paulista, esteve presente o juiz assessor da Corregedoria Geral da Justiça (CGJ) Alexandre Andretta dos Santos. O encontro aconteceu no auditório da Superintendência da Receita Federal em São Paulo e contou com dois palestrantes: o procurador da Fazenda Nacional André Martinez e a corregedora-geral do Município de São Paulo, Luciana Russo.     “Nós, do TJSP, entendemos que é muito importante essa conjugação de esforços de persos órgãos. Só dessa forma será possível conseguir algum efeito satisfatório no combate à corrupção. O Tribunal está comprometido a colaborar, dentro de sua missão institucional, para a melhoria das condições e o avanço do nosso país”, afirmou o juiz Andretta dos Santos.     O procurador da Fazenda Nacional discorreu sobre o compliance officer, profissional com a missão de garantir que todos os procedimentos realizados em uma empresa estejam de acordo com os regulamentos internos e com leis externas. Aplicando ao setor público, abordou questões como denúncias anônimas e criptomoeda. Na sequência, a corregedora-geral falou, essencialmente, sobre o Processo Administrativo de Responsabilização (PAR) de Pessoas Jurídicas, citando legislações, estruturas de apuração, competência para instauração e julgamento e regras do PAR.     Além do juiz Andretta dos Santos, também compuseram a mesa o superintendente adjunto da Receita Federal, que representou o superintendente Giovanni Christian Nunes Campos, o auditor fiscal Fabio Kirzner Ejchel; a coordenadora da Escola Paulista de Contas Públicas vinculada ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, Bibiana Helena Freitas Camargo; e o delegado da Delegacia Especial de Instituições Financeiras da Receita Federal, auditor fiscal André Luis Moraes de Jesus.       FoccoSP     O Fórum existe desde dezembro de 2013 e tem como finalidade discutir e propor ações de combate à corrupção e lavagem de dinheiro. Os componentes se reúnem, periodicamente, para estabelecer ações prioritárias e formam grupos de trabalho em torno delas. Além disso, o FoccoSP conta com um sistema de Web Denúncias. De forma anônima, o cidadão pode, via internet, denunciar situações de corrupção a persas instituições públicas em um único canal. O Tribunal de Justiça de São Paulo foi eleito por aclamação para a Secretaria Executiva do FoccoSP para o ano de 2019.            imprensatj@tjsp.jus.br
13/03/2019 (00:00)
Visitas no site:  42878
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia